Voluntariado

A Universidade Nova de Lisboa (NOVA) ciente da sua responsabilidade social na sensibilização e promoção do bem comum e de maior justiça social, tem vindo a promover e apoiar centralmente e através das suas unidades orgânicas, diversas actividades de voluntariado em articulação com outras entidades envolvidas diretamente no exercício da solidariedade e de cidadania.

O programa NOVA Voluntariado (cujo regulamento se encontra em fase de aprovação) pretende abarcar tanto actividades de curta duração (associadas a objectivos específicos), como actividades de longa duração (em regime regular de acordo com as necessidades dos grupos sociais, das áreas de intervenção dos voluntários e das entidades a que se venham a associar).

O voluntariado deve ser exercido sem esperar qualquer contributo em troca, não obstante consideramos importante para os nossos estudantes a atribuição de um reconhecimento pelo seu trabalho através de um Diploma com Menção de Cidadania. Todo o estudante voluntário é incentivado a elaborar o seu CV social desde o início da atividade de voluntariado.

“Fazer voluntariado é colocar os meus talentos ao serviço do bem comum! É contribuir para uma sociedade mais justa e mais equitativa!”

Objectivos

– A sensibilização de toda a comunidade para a importância da prática de voluntariado;

– A optimização das práticas de voluntariado dentro e fora da NOVA;

– As oportunidades de aprendizagem e de desenvolvimento de capacidades técnicas, científicas e sociais;

– A disponibilização de actividades de voluntariado nas áreas social, educativa, saúde, científica, desportiva, cultural, ambiental e de lazer a todos os estudantes da NOVA;

– As actividades pontuais de cooperação com grupos/associações/entidades locais no sentido de proporcionar experiências positivas, estimuladas e interessantes a grupos em situação de vulnerabilidade.

O que é o voluntariado?

De acordo com a Lei nº 71/98 de 3 de Novembro, voluntariado é o conjunto de acções de interesse social e comunitário, realizadas de forma desinteressada por pessoas, no âmbito de projectos, programas e outras formas de intervenção ao serviço dos indivíduos, das famílias e das comunidades, desenvolvidas sem fins lucrativos por entidades públicas ou privadas. Não são abrangidos pela presente Lei as situações que, embora desinteressadas, tenham um carácter isolado e esporádico ou sejam determinadas por razões familiares, de amizade ou boa vizinhança.

O voluntariado apresenta-se, desta forma como uma actividade inerente ao exercício da cidadania que se traduz numa relação de solidariedade e de participação cívica individual e comunitária exercida de forma livre, responsável e organizada, tendo em vista a resolução de problemas que afectem alguns grupos sociais ou mesmo a sociedade em geral.

© 2020 Universidade Nova de Lisboa - Todos os direitos reservados